Notícias CEAPE

Repercussão na mídia da mobilização das entidades

Escrito por Ceape TCE/RS12 de Jun de 2012 às 16:17
Notícias CEAPE
.
 
 

VÉICULOS IMPRESSOS E ONLINE


JORNAL CORREIO DO POVO
COLUNA TALINE OPITZ
11022011

JORNAL ZERO HORA
COLUNA ROSANE DE OLIVEIRA
11022011

JORNAL DO COMÉRCIO
EDITORIA DE POLITICA
12022011

JORNAL DO COMÉRCIO
COLUNA ADÃO OLIVEIRA
12022011

JORNAL O SUL
15022011



Site: Lacerda e Lacerda Advogados
TCE: servidores pedem mudança no critério de escolha de conselheiros
Representantes da Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do
Estado e do Centro de Auditores Públicos Externos do TCE querem que a
Assembleia Legislativa retome a discussão sobre futuras nomeações no
tribunal. A solicitação foi feita nesta sexta-feira (11), em reunião
com o deputado Adão Villaverde (PT), presidente da Assembleia. As
entidades desejam democratizar o processo de escolha, respeitando a
Constituição Federal.

"Trouxemos uma proposta de alteração do Regimento Interno do conselho,
atendendo ao dispositivo da Carta Maior, que prevê que a escolha deve
ser técnica e não política", falou Lígia Zamin, representante da
associação de servidores, em entrevista para a assessoria da
Assembleia.


Os servidores criticam o fato das nomeações obedecerem a critérios de
repartição de cargos entre os partidos políticos. “Não pode permanecer
assim, é preciso abrir esta possibilidade para a cidadania”, criticou
Lígia.

O Tribunal abrirá duas vagas este ano, nos meses de julho e agosto. A
primeira nomeação, pelo critério atual, será de responsabilidade do
governador do Estado. A segunda, do Legislativo estadual.



Fonte: Jornal do Comércio


11022011
Site ASTC
|   auto-atendimento
Notícias


11/02/2011 -Entidades do TCERS querem tramitação de novas regras para
escolha Corte TCERS
PRESIDÊNCIA
Servidores defendem mudança no critério de escolha de conselheiros do TCE
Gilmar Eitelwein - MTB 5109 | Agência de Notícias 17:24 - 11/02/2011
Edição: Letícia Rodrigues - MTB 9373 Foto: Marco Couto / Ag. AL





Servidores querem alterar o regimento interno do conselho

Representantes da Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do
Estado (ASTC) e do Centro de Auditores Públicos Externos do TCE
(CEAPE) solicitaram hoje (11) ao presidente da Assembleia Legislativa,
Adão Villaverde (PT), a reabertura da discussão sobre futuras
nomeações no tribunal. Segundo a presidente da associação, Ligia
Zamin, é preciso democratizar o processo de escolha, respeitando-se a
Constituição Federal.

"Trouxemos uma proposta de alteração do Regimento Interno do conselho,
atendendo ao dispositivo da Carta Maior, que prevê que a escolha deve
ser técnica e não política", informa Lígia Zamin.

Segundo ela, atualmente as nomeações obedecem a critérios de
repartição de cargos entre parlamentares e partidos com assento no
Parlamento. “Não pode permanecer assim, é preciso abrir esta
possibilidade para a cidadania”, criticou. “Esperamos que a Assembleia
Legislativa dê este passo adiante”.

O Tribunal abrirá duas vagas este ano, nos meses de julho e agosto. A
primeira nomeação, pelo critério atual, será de responsabilidade do
governador do Estado. A segunda, do Legislativo estadu




JORNAL DO COMÉRCIO
12/02/2011 - 20h18min
TCE: servidores pedem mudança no critério de escolha de conselheiros
Marco Couto/Ag. AL/JC

Para Zamin, mudar o critério é uma questão de cidadania
Representantes da Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do
Estado e do Centro de Auditores Públicos Externos do TCE querem que a
Assembleia Legislativa retome a discussão sobre futuras nomeações no
tribunal. A solicitação foi feita nesta sexta-feira (11), em reunião
com o deputado Adão Villaverde (PT), presidente da Assembleia. As
entidades desejam democratizar o processo de escolha, respeitando a
Constituição Federal.
"Trouxemos uma proposta de alteração do Regimento Interno do conselho,
atendendo ao dispositivo da Carta Maior, que prevê que a escolha deve
ser técnica e não política", falou Lígia Zamin, representante da
associação de servidores, em entrevista para a assessoria da
Assembleia.
Os servidores criticam o fato das nomeações obedecerem a critérios de
repartição de cargos entre os partidos políticos. “Não pode permanecer
assim, é preciso abrir esta possibilidade para a cidadania”, criticou
Lígia.
O Tribunal abrirá duas vagas este ano, nos meses de julho e agosto. A
primeira nomeação, pelo critério atual, será de responsabilidade do
governador do Estado. A segunda, do Legislativo estadual.



14022011
JORNAL DO COMÉRCIO
COLUNA ADÃO OLIVEIRA

Indicações no TCE

Os servidores do Tribunal de Contas do Estado (TCE) estão decididos a
reformular o processo de escolha dos conselheiros da Corte, tornando
mais relevantes os predicados técnicos do que as indicações políticas.
Os representantes das entidades dos servidores e dos auditores
públicos externos se reuniram com o presidente da Assembleia
Legislativa, deputado Adão Villaverde (PT), para pedir a reabertura da
discussão sobre futuras nomeações no tribunal. A presidente da
associação dos servidores, Lígia Zamin, entregou uma proposta de
alteração do regimento interno do conselho do TCE.

TCE II

A ideia é, conforme a Constituição Federal, abrir a possibilidade de
nomeação de qualquer cidadão para o cargo de conselheiro. A dirigente
reclama que as indicações deixam de lado o interesse público e atendem
somente ao critério de repartição entre os partidos com representação
no Parlamento. Neste ano serão abertas duas vagas de conselheiros que
se aposentam, João Osório e Victor Faccioni. Em julho, ocorre a
indicação que cabe ao governador Tarso Genro (PT). Em agosto, abre a
vaga para indicação do Legislativo.



15022011
Jornal o sul


Marco Couto/Ag.AL
Contratações em debate
Representantes da Associação dos Servidores do Tribunal de Contas do
Estado (ASTC) e do Centro de Auditores Públicos Externos do TCE
(CEAPE) solicitaram hoje (11) ao presidente da Assembleia Legislativa,
Adão Villaverde (PT), a reabertura da discussão sobre futuras
nomeações no Tribunal. Segundo a presidente da Associação, Lígia
Zamin, é preciso democratizar o processo de escolha, respeitando-se a
Constituição Federal. O Tribunal abrirá duas vagas este ano, nos meses
de julho e agosto. A primeira nomeação, pelo critério atual, será de
responsabilidade do governador do Estado. A segunda, do Legislativo
estadual.

   

 

Mais Noticias