Notícias CEAPE

Jairo Jorge diz que a Dívida do Estado com a União precisa ser renegociada em outros termos

Escrito por CEAPE - Sindicato 06 de Ago às 17:47
Notícias CEAPE
.
 
 

 

 

 

“A solução da crise no RS não se dará pelo corte de despesas”. Esta foi a primeira constatação do candidato ao Governo do RS pelo PDT, Jairo Jorge, ao participar na manhã de hoje (6/08) do evento “Conversas com os Candidatos ao Governo do Estado”, idealizado e promovido pelo CEAPE-Sindicato desde 2002.

Jairo Jorge foi o primeiro convidado para a série de encontros e não hesitou em responder todas as questões feitas pelo presidente do CEAPE-Sindicato, o auditor público externo Josué Martins, elaboradas a partir dos dados técnicos do Relatório do Parecer Prévio das Contas do Governador. O encontro aconteceu no Auditório Romildo Bolzan, na sede do TCE-RS.

Jairo Jorge representa a coligação Frente Rio Grande Tem Solução, que reúne os seguintes partidos: PDT, PV, Solidariedade, Podemos, PPL, Avante e PMB.

Sobre a Dívida do RS com a União, o candidato diz que o Regime de Recuperação Fiscal (RRF), em negociação pelo Governo Sartori e aprovado na Assembleia Legislativa do RS, não foi desenhado para o caso do Estado: “As soluções promovidas no Estado, eram, na verdade, soluções somente para um governo”. Durante sua fala de apresentação, o candidato apresentou algumas propostas de seu plano de governo, defendendo a criação de um estado “resolutivo”, com soluções baseadas na inovação. “Nesse momento é preciso coesão política, talento para discutir as alternativas e buscar a inteligência do Estado, que transcende o Governo”.

O candidato frisou que “Os interesses do RS precisam estar a frente dos interesses particulares dos seus governantes”.

Questionado sobre o critério de escolha de conselheiro do Tribunal de Contas, o candidato ressaltou que é dever do governador liderar esse debate, que envolve tanto o legislativo como o executivo. Disse também que a escolha deveria ser realizada a partir de pessoas com experiências completas e que permitam o Tribunal contribua para a sociedade através de políticas indutoras de inovação.

No tema relacionado com a atuação do Controle Externo sobre a Receita Estadual, em especial sobre os benefícios fiscais concedidos, destacou como ponto principal a transparência, ressaltando que o Governo não pode ficar refém do sigilo e deve buscar sempre o equilíbrio nas suas escolhas em relação à auditoria.

A Saúde Pública também foi objeto de questionamento. O candidato disse que é uma prioridade de seu governo definir uma política “não só para colocar dinheiro, mas para oferecer qualidade ao trabalho”, defendendo também a volta dos incentivos aos hospitais. Como aspecto importante, Jorge disse que fez visitas a alguns hospitais do Estado e afirmou que o próximo Governador passará por uma crise no sistema de saúde.

Nas questões relacionadas a Repartição Tributária, Precatórios e Previdência Pública, Jorge destacou a necessidade de rever o federalismo fiscal que tem concentrado parte importante da arrecadação tributária nacional na União, defendeu a necessidade de revisar os prazos para quitação dos precatórios estabelecido na Emenda Constitucional nº 94/2016 e se comprometeu em manter em dia os repasses aos fundos previdenciários existentes.
Ressaltando que os três assuntos são problemas estruturais, ele lembra que só serão solucionados a partir do enfrentamento conjunto de outras questões.

Na opinião do Presidente do CEAPE-Sindicato, Auditor Público Externo Josué Martins, “o candidato Jairo Jorge apresentou uma avaliação complexa dos problemas do Estado e se mostrou preocupado em dialogar com a sociedade e os servidores públicos, qualificados por ele como a inteligência do Estado”.

A primeira edição do “Conversas com os Candidatos ao Governo Estadual” de 2018, contou com a presença do 2º vice-presidente do TCE-RS, Conselheiro Cezar Miola; Fabiano Geremia, Chefe de Gabinete do Conselheiro Alexandre Postal e do Auditor Público Externo Amauri Perusso, Presidente da FENASTC. Jairo Jorge esteve acompanhado de sua assessoria.

   

 

Mais Noticias