Notícias CEAPE

Após condenação, ex-conselheiro volta ao Tribunal de Contas do ES

Escrito por Ceape TCE/RS13 de Jun às 06:16
Notícias CEAPE
.
 
 

Umberto Messias foi condenado por receber R$ 50 mil dos cofres públicos

Ele ficou afastado 5 meses e apresentou vários atestados médicos

O ex-presidente e conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TC-ES), Umberto Messias, voltou ao trabalho nesta segunda-feira (5), segundo informações da assessoria de imprensa do órgão. Messias passou mais de cinco meses afastado e apresentou vários atestados médicos, após ser condenado pela Justiça.

O conselheiro foi condenado por receber irregularmente R$ 50 mil dos cofres públicos. Depois da condenação, Umberto Messias renunciou ao cargo de presidente do Tribunal de Contas.

Além da condenação, ele levantou suspeitas ao apresentar quatro atestados médicos apenas no ano de 2011, um deles com validade de sete dias. De acordo com o Instituto de Previdência dos Serviços do Estado (IPAJM), qualquer laudo médico particular ou público, superior a cinco dias anuais, apresentado por servidor público, deve passar por perícia médica do Instituto.

Acusações

No dia 1º de junho de 2011, o então presidente do Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCES), Umberto Messias, foi condenado a dois anos e seis meses de prisão por ter recebido R$ 50 mil, irregularmente, em 2000. As investigações do Ministério Público Federal apontaram que o dinheiro era proveniente de uma transferência de créditos de ICMS. A pena foi revertida em serviços comunitários e ao pagamento de uma multa de R$ 24 mil.

   

 

Mais Noticias